Antes de opinar sobre qual investimento acreditamos ser mais estratégico e eficiente para cada empresa, vamos entender um pouco sobre cada um deles:

 

Marketing de conteúdo ou Inbound Marketing:

Trata-se de um conjunto de ações para atrair o consumidor e levá-lo à compra, por meio da oferta de conteúdo personalizado (e de altíssima qualidade) para cada fase do funil.

Para criar esse conteúdo, não são analisadas apenas as palavras-chave, mas o consumidor e seus anseios. Criam-se personas, com perfis bem definidos, para que os textos atendam exatamente a elas.

 

Marketing de conteúdo ou Google Adwords?

 

Os textos têm o objetivo de tirar as dúvidas do consumidor. Eles serão apenas uma porta de entrada ao site e educarão o público, criando uma demanda qualificada e tornando sua empresa referência no assunto.

O marketing de conteúdo cria um relacionamento com o cliente – esse percebe a vontade que sua marca tem em ajudá-lo e se torna fiel leitor. Uma estratégia excelente de branding, você não acha?

Dessa maneira, é uma estratégia de médio e longo prazo, leva tempo para gerar resultados. O mais legal é que os resultados são duradouros, diferentemente dos links patrocinados. E, claro, você não paga por clique, você aparecerá na busca orgânica e não como anunciante.

 

Google Adwords ou Links Patrocinados

Serviço imediato de publicidade. Você anuncia no Google com base nas palavras-chave de seu segmento e paga por clique (sempre que um consumidor clicar no seu anúncio).

Dentre as vantagens, a principal é a rapidez. Você anuncia hoje e hoje mesmo já pode aparecer em primeiro lugar no Google Adwords (ou entre os primeiros). Para isso, precisa escolher as corretas palavras-chave, saber ler os relatórios gerados e gerir o dinheiro corretamente.

A ferramenta, porém, é um pouco complicada para leigos – para não jogar dinheiro fora, melhor contar com uma agência especializada. E, no fim das contas, a brincadeira pode sair um pouco cara.

 

Marketing de conteúdo ou Google Adwords: qual gera mais vendas?

Os dois meios vendem bem. Mas o Google Adwords é focado no consumidor decidido, que já sabe o que quer, que está na última fase do funil de vendas.

O consumidor que tem um problema e procura uma solução (e ainda quer pesquisar sobre essa solução), apenas desperdiçará sua verba dos Links Patrocinados com um clique que não converterá em venda.

 

Marketing de conteúdo ou Google Adwords?

 

Já o marketing de conteúdo visa atender esse consumidor que ainda procura uma solução, para que ele ache essa solução em sua marca. Ou seja, ele pode impactar nas 3 fases do funil de vendas.

Nossa sugestão é: se há verba, trabalhe com as duas estratégias. Se não há, invista na estratégia mais duradoura e que trará resultados em todas as fases do funil de vendas, ou seja, marketing de conteúdo. Mas JAMAIS trabalhe APENAS com Google Adwords, esquecendo-se do inbound.

Quem escreve
Mandala Conteúdos A Mandala Conteúdos é uma agência de conteúdos especializada em textos, comandada pela jornalista especialista em Marketing Digital Lígia Menezes. Produzimos, sob encomenda, textos para sites, blogs, redes sociais e muitos outros!